Rose

“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser, muda-se a confiança; Todo o mundo é composto de mudança, Tomando sempre novas qualidades.” Luís de Camões.



Home Mensagem Following textos about me home Theme

18 Apr 2014, Fri (28173)
via subnega-r
fonte rasurada-deactivated20121101
"Você disse “Oi”, eu respondi. Você não tinha mais cigarros, eu ofereci. Você queria andar, corremos. Você queria beijar, eu também. Você tinha medo, eu não. Você tinha algo, eu não tinha ninguém. Você me beijou. Eu queria beijar, você não sabia mais. Eu queria correr, você fugiu. Eu tinha você, você não queria nada. Eu disse “Oi”, você disse “Adeus”. Eu tenho tantos cigarros, você nem fuma mais. Queria que você ligasse, você não ligou. Queria que você falasse, você se calou. Queria que o tempo passasse, você voou."
Esteban.  

18 Apr 2014, Fri (46064)
via reclinado
fonte desfolhou-deactivated20120131
"Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim, que nada nesse mundo levará você de mim. Eu sei e você sabe, que a distância não existe, que todo grande amor só é bem grande se for triste. Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer, que todos os caminhos me encaminham pra você. Assim como o oceano só é belo com luar, assim como a canção só tem razão se se cantar. Assim como uma nuvem só acontece se chover, assim como o poeta só é grande se sofrer. Assim como viver sem ter amor não é viver, não há você sem mim, eu não existo sem você."
Vinicius de Moraes.

18 Apr 2014, Fri (1531)
via cissuras
fonte tipografado
"Desculpe pai e mãe, não fui o filho que vocês sempre quiseram que eu fosse. Sempre fui o pior filho do mundo, ou sei lá, vocês não demonstraram que eu era algo de bom para vocês. Acho que para mim, tudo se acaba aqui. Peço desculpas pelo que fiz a vocês, acho que estraguei tudo. Como sempre estrago as coisas. Fui um peso morto, alias, até o momento eu sou. Saiba que eu amo vocês, apesar de não achar que vocês me amam. Lembra todas as vezes que eu queria fazer algo e vocês não deixaram? Acho que foi daí que começou tudo. Fui um filho o tanto deprimente. Só ficava trancado no quarto a espera de algum de vocês dois virem conversar comigo, para saber o que eu estava sentindo. Ou o que eu não estava sentindo. De todas as vezes que eu me trancava no quarto era na esperança de vocês ligarem para algum amigo meu pedindo eles para vim conversar comigo, mas esqueci, nem amigos eu tinha. Tive 1 amigo, e acho que por uma sorte imensa do destino ele foi embora. Não para outra cidade, mas para a sepultura. E eu falei com ironia a frase anterior. Talvez fosse por isso que eu fiquei com depressão, e quase me matei 3 vezes sem ao menos vocês saberem. Sempre inventei desculpas, para que vocês não pensassem “tem um suicida na minha casa.” Não pensaram nisso, não fizeram nada, e não vão fazer. Aqui fica o meu adeus, eu não vou me matar, não se preocupem. Eu já estou morto, e nem sempre fisicamente é o pior de tudo. Já morri psicologicamente, sentimentalmente, e todas as outras possibilidades existentes no mundo. Hoje eu quero mais é pegar uma mochila e sair pelo mundo, andando, a pé. Só que não sou rico, então, vou sumir para algum lugar e ficar lá, a espera de histórias novas para minha vida. Talvez entrarei para o mundo da bebida, apesar de já está, eu acho que encher a cara as vezes alivia do sofrimento momentâneo. Vou fumar uns cigarros, e morrer mais rápido. E não se preocupem, eu não vou dar o trabalho de vocês fazerem o meu enterro. Vou pedir para me jogarem no mato e por lá vou me decompor. Meu corpo não vai fazer nenhuma diferença no mundo. Alias, eu nunca fiz diferença alguma. Em nada. Ou eu fiz, só que esqueceram de dizer isso para mim. Diga a todos que perguntarem que eu sumi. Se quiserem noticias, liguem para a estrela e pergunte se eu já não estou por lá. Não se importem comigo, porque nem eu mesmo me importaria. Um beijo para vocês."
O menino Charlie. 

18 Apr 2014, Fri (892)
via contundir
fonte ga-bi-to
"Você só precisa escolher entre uma estrada e outra. Se o amor é clichê, a falta dele é lugar comum e viver é um abastado chavão de mau gosto. É preciso parar de soprar a chama que te faz brilhar mesmo em dias nublados, cantar alto nos eventos mais inadequados, provocar sorrisos bobos facilmente confundidos com engasgos. Você precisa parar com essa neurose de não querer saber a verdade, preocupada em não se machucar."
— Gabito Nunes.

7 Apr 2014, Mon (470)
via prestigiador
fonte desalentou
"Não sou pra todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias."
Caio Fernando Abreu.

7 Apr 2014, Mon (46)
via indeferindo
fonte serdebarro
"Diz a lenda, que se a maioria dos amores surgem a primeira vista. Olhares falam tudo o que a timidez não nos deixa expressar em palavras, num primeiro ou segundo momento. Eles nos conectam. Os olhos condensam o ar de nostalgia em lágrimas salgadas, que ardem e flamejam. Olhares escondem verdades; escondem os demônios que se estão em nossos corpos. Deixa eu te olhar, te decifrar. Olhar-te e ver a tua essência, aquela que me cativa, que me consome, que me domina. Destrona-me da singularidade, quero que me ensine a solidão que existe em ser dois. Se afoga em mim. Olhar de precipício, me leva ao fundo, ao mais inóspito de você, onde nenhum outro chegou. Chuva fria e teu abraço, me libertam. Olhos ciganos dissimulados, me destrói pra me construir. Amor é olhar, desejo a consequência. Me olhe, deseje."
Bruno Cavalcante (serdebarro) na companhia de Hadryel Oliveira (frequencios). 

7 Apr 2014, Mon (12348)
via revejo
fonte segredou
"Olhe, não fique assim não, vai passar. Eu sei que dói. É horrível. Eu sei que parece que você não vai aguentar, mas aguenta. Sei que parece que vai explodir, mas não explode. Sei que dá vontade de abrir um zíper nas costas e sair do corpo porque dentro da gente, nesse momento, não é um bom lugar para se estar."
 Caio Fernando Abreu 

6 Apr 2014, Sun (4747)
via supostos
fonte supostos
"Ela é toda certinha e eu acho engraçado como ela fica sem graça quando a gente está se beijando e “sem querer” minha mão escorrega da sua nuca pelas costas e encosta na sua bunda, aperto de leve e ela dá um pulinho e suspira no meu ouvido pedindo para parar. Ela fica toda vermelha, cheia de vergonha e eu com cara de bobo olhando, falando que vou me controlar. Só até o próximo beijo é claro."
Mas é que sou louco por ela.

6 Apr 2014, Sun (5729)
via reclinado
fonte textografias
"Bom mesmo é aquele que chegou sem você perceber, permaneceu, te abraçou quando você mais precisava. Aquele que te fez sorrir sem se esforçar, limpou sua lágrima ao te ver chorar, tentou te fazer rir ao te ver triste e ouviu atentamente a todas suas reclamações. Se você tem um alguém assim, guarde-o, porque amigo assim é muito raro."
William Neves.   

6 Apr 2014, Sun (6304)
via ergueu
fonte litera-tua
"Fiquei sozinho um domingo inteiro. Não telefonei para ninguém e ninguém me telefonou. Estava totalmente só. Fiquei sentado num sofá com o pensamento livre. Mas no decorrer desse dia até a hora de dormir tive umas três vezes um súbito reconhecimento de mim mesmo e do mundo que me assombrou e me fez mergulhar em profundezas obscuras de onde saí para uma luz de ouro. Era o encontro do eu com o eu. A solidão é um luxo."
Clarice Lispector.
Theme